quinta-feira, 5 de março de 2009

Inteligência é questão de escolha

Me responda uma coisa: O que você considera “inteligência”?

Confesso que não é uma pergunta tão fácil quanto parece, mas depois de pensar um monte, um monte mesmo, cheguei a conclusão de que esse substantivo feminino vem sendo muito mal interpretado por aqueles que o admiram e, mais ainda, o cobiçam.

Hoje conversei um bocado com uma amiga sobre isso e chegamos a varias conclusões... Uma delas foi a de que inteligente é quem tem a cabeça aberta e consciente o suficiente para se chocar com o que é novo, diferente, incomum, e pegar para si o que há de útil e bom nisso. Inteligente é quem não julga o livro pela capa, é quem pensa bem antes de dizer um monte de besteiras, é que se livra de pré-conceitos e pré-julgamentos inúteis e desnecessários.Inteligente é quem tem capacidade suficiente de discernimento e compreensão, sobre os mais variados assuntos e situações.

De que adianta ter capacidade para aprender algoritmos, morfossintaxe, química orgânica e física quântica se você não é capaz de entender que seu amigo prefere samba à rock, que seu vizinho prefere meninos à meninas e que o mundo não gira em torno do seu umbigo?

Milhares de seres se consideram superiores a outros milhares de seres e não passam de um blefe. Um blefe daqueles bem ridículos.

Depois de muita volta, acredito que inteligência é uma questão de ponto de vista, mas, em muitos casos, pode ser uma escolha. Se você não nasceu pra ser o novo Einstein, escolha ser, pelo menos aquele que vai deixar de lado as burrices que não valem a pena.

Como? Bom, não me leve a mal, mas pare e pense, por exemplo, como aquele seu vizinho que prefere meninos à meninas... Entender não te torna igual, mas faz com que você veja que algumas coisas são como são e que tem gente que vive muito bem (e poderia viver bem melhor) pensando, agindo e vivendo diferente de você. A aceitação não é obrigatória, mas o respeito, esse é fundamental! Além de ser coisa de gente inteligente.

"Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciência".

Ruy Barbosa



"A quantidade de preconceito que cada um de nós tem é inversamente proporcional a de inteligência".

Jefferson Luiz Maleski






Ahhh, o dia foi atípico, mas a conversa no quase fim de quinta foi confortante.

Feliz 2 meses, 2 anos e 9 meses... enfim: feliz nós dois juntos!

5 comentários:

  1. é claro que gostaria de comentar esse post da minha Amiga Miss Sidroka...
    Analisando profundamente esse texto, percebo claramente o quanto as vezes deixamos de lado o real, para se aprofundar em busca do virtual, do impossível... Nada é mais importante do que estar com pessoas que amamos. Gastando o nosso tempo com leituras no parque, nas rodas de térere, de viagens ao passado, sempre com alguém ao lado, para nos dizer onde estamos extrapolando. hahahaha.
    Thaís... sucesso Amiga, você merece!!!
    Te amo!!!
    Saudades de você Palhaça!!!

    ResponderExcluir
  2. Thomas Manzato Francisco5 de março de 2009 22:18

    Essa moça chamada Thais Bett é muito inteligente!

    ResponderExcluir
  3. Amor aproveitar a vida e ser feliz juntos eh uma atitude inteligente que nos temos.

    TE AMO MINHA LINDA

    ResponderExcluir
  4. ***Ai amiga... vc arrasa sempre! Bom saber q uma conversa "boba" nossa, rendeu isso! Eu não tnho essa capacidade de escrever, mas admiro a sua, vc é a melhor, sempreeeee.
    Parabéns pelo níver de namoro, munitos!
    bjooooo
    amo vc!***

    ResponderExcluir
  5. Oi minha maninha!
    Sempre venho aqui dar uma olhada no seu Blog.
    Estou com saudade e me preocupo com vc!
    Não esqueça de mim, qualquer coisa é só ligar.
    Beijos!
    Sucesso!!!!!

    ResponderExcluir